5 de nov de 2011

Is it real?

 
E as pétalas caiam sobre meu corpo. A visão mais bela pude ter, daquele humano, aquela alma que brilhava somente nos meus olhos e fazia com que meu coração palpitasse a todo instante. Ele caminhava em minha direção e o incessante vento bagunçava meus cabelos que rapidamente foram ajeitados e postos atrás das minhas orelhas por esse humano, esse homem pelo qual perdidamente eu estava apaixonada. Ele trazia em suas mãos pétalas de rosas vermelhas que as jogava em meu corpo que já estava repleto delas. Deitada na grama verde e pura, ele alisava meu rosto e dizia simplesmente pelo olhar o quanto ele me amava e retrucava com um apaixonado beijo. Nossos olhos cruzavam as dimensões que tinham nossas almas e seu calor me acolhia quando eu tentava afastar o frio que aquele ambiente me causava. Minha mente voava a uma distante imensidão irreconhecível por meu espírito e senti que tudo foram meus sonhos. Era mais uma vez fantasias da minha cabeça que criavam-se com facilidade nesse amor que sentia por alguém tão distante e por quem nunca toquei e nunca senti cheiro algum.
 (Thais Guimarães)


Nenhum comentário:

Postar um comentário